Falta de potência na Frontier, problema sensor turbina

Alguns proprietários da picape Nissan Frontier estão reclamando de falta de potência em seu motor 2.5 turbo diesel YDK3 de 190 cv. O modelo da picape japonesa com esse motor passou a ser vendido no Brasil a partir de 2012 e na versão Attack.

A reclamação geral feita pelos donos da Frontier é que por várias vezes, o motor começa a ficar fraco. Então, o motorista tem de desligar o veículo e religa-lo novamente, voltando a funcionar de forma normal.

No entanto, um dos relatos fala o dono que precisou fazer isso várias vezes em uma viagem entre São Paulo e Ceará para poder finalmente conseguir chegar ao seu destino final.

Em outro caso, o motor 2.5 da Nissan Frontier quase morria ao sair da garagem, sendo preciso novamente desligar e religar em seguida. Em uma concessionária da marca, a informação é de que se trata de um problema no sensor da turbina.

O tal dispositivo chegou a ser trocado duas vezes em um dos relatos, em uma Frontier com apenas 9.000 km rodados. No entanto, a falta de força continuou mesmo assim.

A solução encontrada por um dos proprietários foi a troca da válvula que regula a pressão da turbina. O item original de código 226305X30B custou R$ 1.178 e resolveu o problema, segundo informou o cliente.

A Nissan reconhece o caso e diz que realmente há falta de potência no seu motor YDK3, motivado por uma leitura inadequada do sensor de temperatura da turbina.

A montadora explica que a falha ocasiona a entrada do sistema no modo de segurança, mesmo que não haja risco de aquecimento iminente.

A Nissan explica também que isso ocorre em uso severo e que não traz riscos à segurança. A empresa diz que quem estiver enfrentando o mesmo problema deve entrar em contato pelo 0800 da empresa ou procurar uma concessionária para o reparo totalmente gratuito.

[Fonte: Revista Quatro Rodas]

Solicite orçamentos gratuitamente CLICK AQUI!

Ficou com dúvida nós te ajudamos!

Click aqui no CAMINHONETE E CIA RESPONDE Vamos tirar todas as suas dúvidas!

Deixe uma resposta